Analise bem a km do carro e faça um bom negócio

Não fique só no argumento de que o carro é pouco ou muito rodado. Entenda o que deve ser observado em cada km do veículo.

Se ao menos uma vez você comprou ou ajudou alguém na compra de um carro usado, você sabe o quanto a quilometragem do veículo deve ser levada em consideração. Mas você sabe como analisar o modelo de acordo com a quantidade de km rodados?

Abaixo, listamos os itens que são revisados em cada revisão periódica. Além de servir como base para que você saiba a que itens deve estar mais atento, também indica se o proprietário cuidou bem do veículo.

– 10.000 km

Nessa quilometragem, além de uma nova troca de óleo também é feita a troca dos filtros, rodízio dos pneus e alinhamento das rodas. Busque documentos que comprovem esses serviços.

– 20.000 km

Aqui, é hora de trocar as velas, mesmo que elas não apresentem problemas. Um carro nessa km sem trocar as velas, pode apresentar maior consumo de combustível. Além disso, se necessário, também se faz novamente um novo rodízio de pneus, alinhamento, balanceamento e troca de filtros e óleo de freio.

Confira também nosso artigo “Como a manutenção pode fazer seu carro valer mais.”

– 30.000 km

É nesse ponto que o carro poderá apresentar mais custo se o proprietário não tiver seguido as recomendações de manutenção. Na revisão de 30.000 km é necessário nova troca de filtros, óleo do motor e alinhamento. Também é recomendado conferir a bateria.

– 40.000 km

Confira atentamente o estado dos pneus. verifique se as pastilhas ou lonas de freio foram trocadas ou apresentam danos. Nesse ponto também é necessário trocar as velas, óleo de freio, do motor e repor a água do sistema de arrefecimento, além do aditivo.

– 50.000 km

Aqui, substitui-se correias dentada e serpentina e seus esticadores. Veja também o estado do escapamento, pois nesse ponto ele provavelmente já precisará ser substituído.

Seguindo as dicas e verificando esses itens, você conseguirá negociar melhor seu carro e saber o que deverá exigir do vendedor em cada km.

 

Entenda como extrair o máximo e usar o Fipe a seu favor