4 dicas essenciais para escolher o melhor carro

Escolher um carro não é tarefa fácil. Por isso é preciso muita atenção e análise. Fique sempre atento para escolher bem.

E agora, qual carro comprar? Qual é o melhor? O mais econômico ou o mais potente? Ou mais moderno ou o mais espaçoso? Infelizmente não temos uma resposta certa, já que o que vai determinar mesmo a compra é o gosto particular de cada cliente. Mas algumas dicas podem ajuda bastante na escolha do carro certo para o seu perfil. Vamos lá?

1º- Cuidado com as opiniões e os metidos a conselheiros.

Tem gente que gosta de dar palpite, mas muitas vezes acaba exagerando. As pessoas são cheias de verdades absolutas ao se tratar de automóveis, mas nesse mercado não tem 8 ou 80. Cada caso é um caso, pois tudo depende da necessidade de cada um.

Nossa dica é: ouça sim as experiências de pessoas próximas à você, mas não deixe que isso seja decisivo para a SUA escolha. Saber da experiência que outra pessoa teve com modelo x ou marca y pode ajudar muito, desde que você coloque em questão as suas necessidades.

2º- Cuidado com as armadilhas do desejo.

Assim como na dica anterior, focar demais no desejo ou até mesmo no status, pode acabar em dor de cabeça. Ter um carro atraente com design moderno e aquele pacote de itens de série que você sempre quis, pode ser muito bonito na teoria. Porém, se você não colocar suas necessidades de uso na balança, pode acabar se decepcionando com a compra.

Nossa dica é: pense no uso que você dará para o seu carro. É viajar? É ir para o trabalho? Pense também no que você precisa. Conforto? Desempenho? Espaço? Status?

3º- Não se apegue na primeira opção.

Muitas pessoas tomam decisões de primeira. “Bati o olho e gostei.” Cuidado, aí moram as grandes ciladas que te fazem casar com o carro. De nada adianta escolher o modelo apenas pela aparência e não avaliar a usabilidade.

Nossa dica é: antes de tomar sua decisão, avalie os modelos de outras marcas da mesma categoria. Da mesma forma, não escolha de primeira um carro 0km sem antes avaliar os prós e contras de um seminovo. Até porque, carros 0km desvalorizam muito quando saem da loja. Vale a pena fazer as contas!

4º- Custo benefício é sempre uma boa medida.

Um dos pontos mais importantes para avaliar a compra de um carro é colocar o custo e o benefício na balança. Poder comprar um carro de R$80.000,00 não necessariamente significa que você terá condições para mantê-lo ou até mesmo desfrutará de todos os seus benefícios. Da mesma forma, existem carros de R$30.000,00 que acabam pesando o bolso na manutenção.

Nossa dica é: avalie o custo de aquisição, mas também o custo para manter o carro desejado. Avalie consumo de combustível, preço de peças, valor do seguro e veja qual opção cabe no seu orçamento.

Por fim, lembre-se : seu carro, suas necessidades, sua escolha.

Entenda como extrair o máximo e usar o Fipe a seu favor